segunda-feira, 24 de novembro de 2014

VOLTA DE JESUS ATÉ 2050?

Uma pesquisa do Instituto Pew Research de 2010, resgatada essa semana pelo site Christian Today, mostra que menos da metade dos cristãos norte-americanos (48%) acreditam que Cristo irá voltar até o ano de 2050. Dentre eles, 27% tem “certeza” disso, 20% afirma que “provavelmente” Ele voltará. Por outro lado, 38% acreditam que Cristo não volta dentro das próximas quatro décadas. Os demais não sabem ou não quiseram opinar. O estudo do Instituto Pew traz outras especificações que merecem ser consideradas. Por exemplo, 58% dos evangélicos crêem na volta de Cristo até 2050 enquanto apenas 32% dos católicos dizem crer nisso. Outro relatório, do Instituto Rasmussen revelou que 64% dos adultos norte-americanos (cristãos e não-cristãos) acreditam que Jesus Cristo realmente ressuscitou dos mortos, conforme descrito na Bíblia. Apenas 19 % rejeitou completamente essa crença fundamental do cristianismo. O assunto volta à ordem do dia por conta do destaque dado a outra pesquisa. Realizada pela Universidade de Dayton, sob a coordenação do professor Joshua Ambrosius. O foco do novo estudo é a crença na vida extraterrestre. Animados com o fato de a sonda Phylae ter conseguido aterrissar na superfície de um cometa, muito se falou neste mês sobre a possibilidade de sinais de vida extraterrestre. Ambrosius então compilou dados para ver como os diferentes grupos religiosos lidavam com essa expectativa. Seu amplo estudo social analisou a opinião sobre a exploração do espaço entre católicos, evangélicos, judeus, seguidores de religiões orientais e pessoas sem religião. No início deste mês, o material foi apresentado no encontro da Sociedade para o Estudo Científico da Religião. Os evangélicos, que são a maioria da população dos EUA, mostraram-se menos interessados ​​na exploração do espaço. Por sua vez, judeus e adeptos de tradições orientais como hinduísmo e budismo mostraram-se os mais atentos ao assunto. Como ocorre normalmente, a fé cristã é questionada. Os cientistas têm dificuldades em entender como a maioria das pessoas acha mais provável que ocorra a volta de Jesus do que a descoberta de ETs.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

A ÍNDIA

A Índia é mencionada apenas duas vezes na Bíblia, e isso no livro de Ester (1.1 – 8.9), há, contudo, outras provas de que mesmo em tempos muito primitivos tiveram os judeus algum conhecimento daquele pais, ou pelo menos de certas mercadorias, vindas dali. Estes gêneros eram trazidos em récuas de camelos através da Arábia, ou pelo mar ao longo das costas do oceano indico. o negócio estrangeiro no reinado de Salomão foi grande em produtos da india, e diz-se que mesmo o estanho era importado daquela região. A afirmação, em Est 1.1, de que o rei Assuero governava desde a india até à Etiópia, fixa a extensão dos domínios persas no oriente até ao rio indo. RELIGIÃO A Índia é o berço de duas grandes religiões do mundo, o Budismo e o Hinduísmo. Também é a origem de uma das mais antigas religiões, o zoroastrismo. No entanto, o Hinduísmo é a crença mais praticada, com mais de 80% de adeptos. A Índia é o lar secular de hinduísmo, islamismo, cristianismo, budismo, jainismo, sikhismo e outras inúmeras tradições religiosas. Além de hindus, os muçulmanos são o grupo religioso mais importante e são parte integrante da sociedade indiana. Na verdade a Índia tem a segunda maior população de muçulmanos no mundo depois da Indonésia. Os hindus (eles representam 82% da população indiana) acreditam em um complexo panteão de deidades que inclui ratos, falos e yogis de pele violeta. Os muçulmanos seguem sua rígida fé monoteísta em Allah. Monges budistas mantêm as cabeças raspadas como símbolo da austeridade de sua religião. Pelo mesmo motivo, siques cultivam longas barbas e melenas. IGREJA O cristianismo está no país desde o ano 52. Segundo a tradição, o discípulo Tomé foi à Índia nessa época, levou alguns indianos a Jesus e estabeleceu sete igrejas na região conhecida agora como Kerala, além de outras em Madras. Ele foi martirizado e sua sepultura ainda está em São Tomé de Meliapor. Nos séculos XV e XVI os portugueses chegaram à Índia e consigo levaram as missões cristãs, que teriam tanto uma função administrativa quanto religiosa na região. Quando lá chegaram, encontraram os cristãos de São Tomé, que tinham ritos e liturgias orientais. Os portugueses, então, tentaram passar aos cristãos locais a forma católica romana de cultuar a Deus. A construção da primeira igreja cristã pelos portugueses aconteceu do estado de Goa, em 1510. As primeiras missões protestantes chegaram à Índia no século XVIII, através dos luteranos da Alemanha. Desde então, diversas igrejas foram estabelecidas no país. Hoje há três correntes do cristianismo na Índia: protestante (igrejas tradicionais), independente e católica romana. Os cristãos formam 2,3% da população (cerca de 24 milhões de fiéis); mais da metade deles é católica. Os protestantes também formam um grupo grande e se dividem em anglicanos, ortodoxos, batistas, presbiterianos e luteranos. Os independentes são igrejas que não estão filiadas às tradicionais e incluem as pentecostais. POPULAÇÃO A Índia abriga a segunda maior população do globo: mais de um bilhão de habitantes. Por volta de 2050, é provável que a Índia ultrapasse a China e se torne a nação mais populosa do planeta, com quase 1,6 bilhão de pessoas. Muitos indianos vivem em grandes aglomerados urbanos, sendo Mumbai (ex-Bombaim) o maior deles, com mais de 15 milhões de habitantes. Há, no entanto, outras dez cidades com populações superiores a um milhão. Nova Déli, com mais de 10 milhões de pessoas, é a capital do país. A idade média da população é 25 anos, e 31% dos indianos têm menos de 15 anos de idade. Com uma população tão jovem, o governo tem sérias dificuldades para fornecer educação, saúde e alimentação adequadas ao povo. Problemas como analfabetismo, proliferação de doenças e mortalidade infantil abundam no país.

domingo, 20 de abril de 2014

Oração sem resposta

ESTAMOS VIVENCIANDO UM TEMPO SEM RESPOSTAS PORQUE SERÁ; AS PESSOAS TEM VIVIDO SUAS PRÓPRIAS VIDAS EM CÁRCERES QUE ELAS MESMO DESCONHECEM ENTRE O LIMITE DA RAZÃO E INEXISTÊNCIA DOS FATOS, TRÁS A FALTA DE ESPERANÇA, SENTIMENTOS CONTROVERSOS DA EXISTÊNCIA DE DEUS E DO SEU PODER, O QUERER SOMENTE NÃO NOS LEVA A FÉ EMBORA ELA TALVES ESTEJA MORTO DENTRO DE NOS OU ADORMECIDA Á ESPERA DE ALGUÉM QUE TRAGA RESPOSTAS OU ALÍVIO DA SUAS DORES. RUTE 1-1" E sucedeu que, nos dias em que os juízes julgavam, houve uma fome na terra; por isso um homem de Belém de Judá saiu a peregrinar nos campos de Moabe, ele e sua mulher, e seus dois filhos" O TEMPO PASSA MAIS OS MESMOS PROBLEMAS ATACAM A HUMANIDADE, SEMPRE DESEJAMOS MAIS E QUEREMOS ALCANÇAR LIMITES QUE POR UMA RAZÃO OU OUTRA NOS FOI BARRADAS. SAIR DA NOSSA ZONA DE CONFORDO PARA BUSCA RESULTADOS É O QUE POUCA GENTE TEM FEITO , SE AQUI NÃO ESTA BOM VAMOS LÁ NA FRENTE POIS PODE ESTÁ MELHOR,SÓ EXISTE ORANÇÃO SEM RESPOSTA SE NÃO HOUVER PERSERVERANÇA.